Topo
31 maio

O minimalismo de Bottega Veneta

(imagem: Reprodução)

A Bottega Veneta escolheu a cidade de Nova York para o lançamento da sua coleção Resort 2011, depois de Dior em Xangai e Chanel em Saint Tropez foi a vez de a marca mostrar o forte da grife, que são os acessórios. Na coleção minimalista e na cartela de cores estavam presentes o preto, o verde oliva e o vermelho. Nos pés, sapatos de formato  masculino em preto e branco, rasteirinha com uma tira fina central, sandálias gladiadora e  botas  de camurça.

As apostas de material foram: camurça, lona e couro, em maxi – bolsa, sacolas e clutches.

A história da BOTTEGA VENETA, que em italiano significa “loja veneziana”, mas nasceu em Vicenza, cidade ao norte da Itália reconhecida por abrigar até hoje hábeis ourives, começou em 1966 quando o casal Vittorio e Laura Moltedo inaugurou um pequeno, porém dinâmico negócio que manufaturava produtos e artigos em couro luxuosos. Desde seu nascimento, a marca italiana ficou conhecida por tratar o couro usado em sapatos, bolsas e acessórios com o mesmo cuidado com que um artesão manipula filetes de ouro. Seu maior patrimônio era – e continua sendo – o “Intrecciato”, o couro trançado, quase como uma cesta. Para a BOTTEGA VENETA, o desfile dos logotipos de maneira óbvia era considerado um tipo de traição ao princípio do produto feito à mão, que é único e pessoal. As iniciais BV só apareciam discretamente dentro das bolsas.

(Visited 30 times, 1 visits today)
Equipe do Pro
Nenhum Comentário

Leave a reply