Topo
24 mar

Inteligência emocional: como cuidar da sua saúde mental em tempos de crise

O norte-americano Daniel Goleman um dos gurus sobre o assunto e autor do livro ‘Inteligência Emocional’ define o tema da seguinte forma: “inteligência emocional é a capacidade de identificar os nossos próprios sentimentos e os dos outros, de nos motivarmos e de gerir bem as emoções dentro de nós e dos nossos relacionamentos”.

De modo geral, inteligência emocional é o conjunto de habilidades, competências subjetivas, muito embora intangíveis como: resiliência, empatia, autoconhecimento e comunicação que são chaves para melhores relacionamentos e fundamentais em momentos difíceis.

É também um comportamento que precisa partir de cada indivíduo: quando assumimos total responsabilidade de gerenciar nossa saúde mental e emocional, toda e qualquer pessoa passa a se relacionar melhor. Isso porque, não somos capazes de controlar o comportamento dos outros, mas temos o poder de decidir como pensar, sentir e agir diante de determinada situação.

Aquela famosa frase clichê ‘a vida é feita de escolhas’ tem um significado muito real. Podemos fazer as melhores escolhas diante de um cenário de crise, garantindo um alto nível de saúde mental em tempos de Covid-19.

Listamos abaixo algumas práticas para fortalecer sua inteligência emocional e cuidados com a saúde mental durante a quarentena, e que podem ser levadas para a vida toda:

  • Seja positivo

Ao enfrentar obstáculos pense o que você pode aprender com aquilo. Ao adotar posturas mais positivas você fomenta sua capacidade de criatividade e inovação, além de contagiar pessoas ao seu redor.

  • Pratique empatia

Não julgue, antes disso, se coloque no lugar do outro e pratique a empatia. Não faça com os outros aquilo que você não gostaria que fizessem com você.

  • Foque no que você pode controlar

Cuide dos seus sentimentos e emoções, saber identificá-los é o primeiro passo. Quando você tem consciência do que está sentindo, você possui clareza para administrar e controlar o que está dentro de você. Não cultive sentimentos de angústia ou tristeza, antes de tentar se distrair deles, entenda a razão pelo qual você os sente.

  • Enxergue oportunidade nos desafios

Tudo que incomoda na primeira impressão pode ser ressignificado como uma oportunidade de crescimento pessoal. Seja resiliente!

Uma dica: sabe aquele projeto que nunca saiu do papel por falta de tempo? Ou até mesmo aquele curso que você sempre quis fazer, mas não conseguia encaixar na agenda? Esse é o momento! Podemos tirar dessa situação aprendizados que podem nos levar a grandes transformações, não desista de seus objetivos.

Escrito por: Andrielly V.

 

 

 

 

Referências:

Como praticar a resiliência no dia a dia?

https://www.verzani.com.br/

 

 

 

(Visited 89 times, 3 visits today)
Marcos Proença
Nenhum Comentário

Leave a reply