Topo
Title Image

IT BAGS Tag

14 dez

História das Bolsas

Férias combinam com passeios, descanso e horas livres para correr atrás das leituras atrasadas. Em tempos de it bags, o livro A História das Bolsas é uma boa leitura para as consumidoras do acessório indispensável, para quem gosta de moda e quem mais se interessar por costumes. Escrito pela consultora de moda e imagem, estilista e professora de moda Dhora Costa, o livro acompanha a evolução do item desde o século XIX, ressalta os principais momentos e as marcas que fizeram o acessório utilitário se tornar o que é hoje. A História das Bolsas Matrix Editora 39,90 ...
Continue lendo
18 maio

Clássicas e atemporais.

Hermés Chanel 2.55 Celine (imagens: Reprodução) As it bags estão abrindo espaço para o retorno triunfante dos modelos clássicos das grandes grifes. Mais simples com tamanhos modestos e logos bastante aparentes, as clássicas estão voltando às vitrinas das principais marcas. Uma das primeiras a entrar nesta procura por formas clássicas foi Phoebe Philo, da Céline, ao trazer suas "anti-it-bags" na coleção minimalista do verão 2010. A partir de então, viu-se peças já eternizadas novamente como objetos de desejo, como o modelo Kelly, da Hermès; a Lanvin Happy Bag; a iconográfica Chanel 2.55; e as notórias padronagens da Louis Vuitton, até Marc Jacobs investiu em uma versão atemporal. "O desejo pela compra de bolsas está de volta e as peças do momento são modestas, simples e clássicas....
Continue lendo
15 abr

As “it bags” da Bottega Veneta.

(imagem:reprodução / fonte: colheradacultural.com.br por Luciana Borges) A grife de luxo Bottega Veneta  faz parte do Gucci Group desde 2001  e em toda a sua existência sempre atendeu um pequeno, porém seleto grupo de mulheres, que com toda paciência esperavam meses pelo lançamento de suas coleções de bolsas. Estas que custavam no mínimo US$ 1.500 cada, mas depois da crise mundial a marca precisou se reposicionar e hoje em dia é uma opção mais barata do que uma bolsa Louis Vuitton, porém, com a mesmíssima qualidade e o mesmo público fiel. De acordo com o "The Wall Street Journal" a marca hoje está em segundo na lista das mais rentáveis do Gucci Group superando até a Yves Saint Laurent....
Continue lendo