Topo
12 jan

Transição capilar • 5 dicas para quem quer mudar

Dizem que as madeixas são um trunfo de personalidade, então, para quem deseja passar por uma transição capilar, 5 dicas para assumir os cachos sem traumas.

No último ano, muito ouvimos falar sobre assumir os cabelos naturais, desapegar dos padrões e libertar os cachos! Mas do que uma simples tendência, a mensagem de emponderamento faz parte de uma movimento maior. Dizem que as madeixas são um trunfo de personalidade, então, para quem quer mudar e deseja passar por uma transição capilar, nossos profissionais nos deram 5 dicas para assumir os cachos sem traumas.

Antes de mais nada, vamos entender que a transição capilar é o retorno dos fios à sua textura natural, geralmente após terem sido submetidos a diversos processos químicos de alisamento como relaxamentos, progressivas e definitivas. O fio de cabelo é reativo, pois responde bem a tratamentos direcionados para cada necessidade, por isso, conquistar os cabelos naturais de volta não é tarefa fácil e requer paciência, dedicação nos cuidados extra e muito confiança em si mesma. Será preciso lidar com as dificuldades trazidas por qualquer mudança radical no visual!

O prazo para a mudança varia de cada cabelo, por isso é bom manter um acompanhamento profissional.

Confira nossas cinco dicas abaixo:

1. Comece pelo corte 

Após a tomada de decisão por abandonar a química, um novo corte é o primeiro passo para o processo de transição capilar. Converse com o seu profissional de confiança, para que ele avalia o seu cabelo e juntos vocês possam decidir um corte que valorizará o novo visual. Durante o processo, é essencial também retirar as pontas do cabelo, conforme o seu crescimento e fazer a manutenção, para auxiliar no formato e na saúde dos fios.

2. Cuidados em casa e no salão 

Neste período é importante investir em hidratações semanais em casa e a cada 20 ou 30 dias – conforme a necessidade do cabelo – ir ao salão para um tratamento mais profundo, como de reconstrução ou nutrição, já que é preciso recuperar os fios com química e cuidar dos que estão nascendo.

Escolha um leave in que melhor se adapte ao seu cabelo. Há diversas opções no mercado, específicas para além de proteger os fios, ativar os cachos.

 3. Desapegue!

Não tem outro jeito, é preciso desapegar da escova e chapinha. O babyliss é até permitido na parte dos cabelos que está lisa ou o difusor para ajudar a ativar os cachos.

4. Brinque com os acessórios, 

Use lenços, tiaras, maxi brincos… É o momento de abusar dos acessórios, bons aliados para dar um up no visual naqueles dias, no meio do processo, que você não está satisfeita. Só não pode desistir, pois o resultado vale a pena!

5. Tenha paciência, motivação e se aceite! 

A transição não é rápida, pois é preciso respeitar os limites de cada fio. Depende do tempo de crescimento do seu cabelo e, é claro, do seu próprio desempenho. Busque motivação, pesquise sobre o assunto, procure depoimentos de pessoas que passaram pelo mesmo processo que você e teste algumas alternativas para se sentir melhor – como o uso de acessórios. E o mais importe é que você se sinta bem com o que está vendo no espelho e se aceite!

Dizem que as madeixas são um trunfo de personalidade, então, para quem deseja passar por uma transição capilar, 5 dicas para assumir os cachos sem traumas.
Imagens: Barbara Palvin for Malibu Magazine via Fashion Gone Rogue. 
(Visited 57 times, 1 visits today)
Beatriz Arvatti
Nenhum Comentário

Leave a reply